leila pinheiro e JAIME ALEM TRIO

leila

leila pinheiro

Ao longo de seus 32 anos de carreira, a paraense Leila Pinheiro acumulou prêmios no Brasil e exterior e trabalhos sempre muito elogiados. Aos 21 anos, gravou o primeiro disco, o independente "Leila Pinheiro" (1983). Dois anos depois, sagrou-se vencedora do prêmio revelação no Festival dos Festivais da TV Globo, defendendo a composição Verde (Eduardo Gudin e José Carlos Costa Netto). Em 1987 grava "Olho Nu", que a leva ao Japão, onde ganha o prêmio de melhor intérprete no Festival Mundial Yamaha. Depois disso, grava "Bênção, Bossa Nova", que fez grande sucesso no Japão e no Brasil. Em 1996, lança "Catavento e Girassol", exclusivamente com composições da dupla Guinga e Aldir Blanc. Seus trabalhos mais recentes são os aplaudidos shows “Leila Pinheiro canta Mulheres” (2012) e “Eu canto samba” (2013). 

JAIME ALEM TRIO

O compositor, instrumentista e arranjador, Jaime Alem iniciou sua carreira aos 16 anos, em Jacareí (SP). Foi maestro de Maria Bethânia durante 25 anos (até 2012), tendo produzido e dirigido mais de 15 discos e shows da cantora. Assinou também a direção de álbuns de outros artistas, como Mart’nália e Sueli Costa. Compôs trilhas sonoras para cinema (Dois Filhos de Francisco e Mutum) e teatro (Três Irmãs, de Tchecov; e Gente Fina é a Mesma Coisa, de Alain Aikbourn). Na década de 70 gravou dois discos em parceria com sua mulher e também cantora Nair de Cândia. Em 2009, lançou seu primeiro disco solo como instrumentista – “Dez cordas do Brasil”.